Dendrofobia e aquecimento urbano- texto de uma Professora Universitária Brasileira
Folhas secas, elis reinapor isabelle meunier (enenheira florestal e professora do departamento de ciências florestais da ufrpe)em pleno mês de abril, início das chuvas, recife ferve a mais de 30ºc. se esse calor já é efeito das mudanças climáticas lobais, não sabemos. mas é certo que a nossa dendrofobia tem contribuído, e muito, para vivermos em uma cidade de clima escaldante. do reo dendron (árvore), essa doença social alastra-se rapidamente e tem efeitos colaterais devastador

HOMENAGEM ÀS MÃES! ARTES DA PROFESSORA ZÉLIA
MURAL IDEALIZADO PELA PROF. DE ARTES . FICOU LIIIIINDO. PARABÉNS ZÉLIA!

Aluno coloca fogo em cabelo de professora em São José dos Campos (SP)
A notícia abaixo não é nenhum caso da deusa do cabelo de foo. na verdade, foi o que um aluno fez com sua professora. isto é um absurdo! em que século estamos? ufa! formar professores para par por teste de foo, na cabeça?em são lo - um estudante de 16 anos pôs foo no cabelo de sua professora de 51 anos em são josé dos campos, interior de são lo, na manhã da última seunda-feira (18 de maio), de acordo com a secretaria de seurança pública de são lo. o caso acontece

INTERNAUTA: PROFESSORA RELATA O CENÁRIO DE HORROR DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA
por laura beatriz campos lauco, as escolas estaduais de araraquara e os professores estão pando os mesmos problemas, sofrendo, sem materiais, sem condições e sem apoio órfãos e desemparados, pricipalmente o abandonmo é mais explicito na escola estadual victor lacorte.(…) os estores caminham, com raras exceções, na contramão, confrontando a realidade e penalizando professores. a última invenção, totalmente sem sentido, é a introdução da premiação (ou certificação) p

Carta de uma Professora Mineira ? 2º Capítulo
perunto porque estão sem a aenda e sem as folhas, várias respostas: esqueci, meu irmão rasou, fiz bolinha de papel, fulano (referindo-se a um colea de sala, ou mesmo de outras salas que durante os intervalos invadem como loucos as salas vizinhas, batem, joam mochilas pelas janelas, rasam material, andam sobre as carteiras) peou rasou ou fez bolinha de papel, rasuei porque achei que não iria precisar. enfim, 14 alunos sem os textos com os quais iríamos trabalhar. (ah, seria

Carta de uma Professora Mineira ? 3º Capítulo
a menina que corria atrás do aroto, está de pé perto de sua carteira aos berros com um aroto - nero de cabelo descolorido e bem baixinho que se enta na 2º ou 3º carteira, da 2ª fila perto da janela - que está entado no chão. o aroto (maro, mais alto do que os coleas, cabelos, curtos e lisos) que se enta na penúltima carteira da fila perto da janela me pede para ir correndo lá fora, pois joaram sua mochila pela janela. bolinhas de papel atiradas com o corpo da

BRIGUE COM A PROFESSORA AGORA E TENHA UM MARGINAL EM CASA AMANHÃ !
O leal disso tudo, é que ele será ex-aluno, mas o bonitinho não será ex-filho, a nosssa vantaem ainda é essa.

Carta de uma Professora Mineira ? 5º Capítulo
fui à reional, lá cheuei aos prantos. fui bem acolhida. foram as meninas da inclusão que me atenderam. chorei... chorei... até conseuir falar o que se pava e lembrei-me do email que já ha en dizendo que até super-herói adoece. disse a eles que não era madre tereza de calcutá nem queria me didatar a ocupar o luar do ramon, mesmo sendo o caso dele muito diferente, e morrer na luta!!! loo depois chearam zazá e darcy que também me acolheram e escutaram pacient

Carta de uma Professora Mineira ? 4º Capítulo
O aluno, que se senta à sua frente, desse não me lembro bem as características, virava-se para trás e com a eta atirava-lhe bolinhas de papel no rosto. ou ritava como um louco. a menina que corria pela sala, aora entadinha punha a aranta para funcionar junto com o aroto da mochila atirada pela janela, a seu lado, cada vez que eu dizia isso ou aquilo para qualquer aluno. o aluno da 1ª fila perto da porta, 3ª carteira - maro, claro, louro do cabelo crespo, nada copiava, pois atir

Carta de uma Professora Mineira ? 7º Capítulo
Ora, minha ente, tenho fama de implite e provocadora. será que eu é que estou me sentindo tão incomodada im? será que ele começou a apanhar esses dias? será que eu tenho mesmo que me sentir tão mal e impotente diante dessa situação.como a escola, a reional a smed ficam sabendo disso? o que fazem? há, ainda, aluns casos muito diferentes desses que mereciam ser aqui reistrados, mas confesso que não tenho mais forças para tal: aristides, o bob esponja (como lhe chamam os cole